Rede dos Conselhos de Medicina
Presidente do CREMESE faz balanço das ações realizadas em 2020

O ano de 2020 foi atípico, tempo de muitos desafios e aprendizados, em especial, para os profissionais que atuam na área da saúde e se viram diante de uma doença até então desconhecida, que é a Covid-19.

Diante de um cenário novo e de constantes mudanças, foram necessárias muitas adaptações e condutas diferenciadas de todos. Desse modo, o Conselho Regional de Medicina do Estado de Sergipe (CREMESE) realizou ações visando garantir o atendimento de qualidade e seguro para a população e para os médicos que atuaram na linha de frente durante a pandemia.

No encerramento de 2020, o presidente do Conselho Regional de Medicina do Estado de Sergipe (CREMESE), Jilvan Pinto Monteiro, fez um balanço do ano que passou elencando alguns temas que foram relevantes para o CRM-SE e para a medicina.

Ações e orientações voltadas à Covid-19

Desde a confirmação do primeiro caso de Covid-19 no estado de Sergipe, no mês de março, o CREMESE junto às entidades médicas, buscou traçar estratégias que pudessem auxiliar no enfrentamento da doença de forma a proteger os profissionais que estavam na linha de frente, assim como a população que buscava atendimento nas unidades de saúde.

O presidente do CREMESE, Dr. Jilvan Pinto, participou de reuniões semanais com representantes do governo do Estado e do município, com intuito de garantir Equipamentos de Proteção Individual (EPI´s) para médicos e demais profissionais da saúde e avaliar as ações que estavam sendo implantadas pelos governantes.

Além disso, o CREMESE também buscou ouvir os médicos, disponibilizando em sua página na internet um espaço para denúncias sobre falta de EPI´s. No âmbito do atendimento à classe médica, o Conselho, através de parceria com o Conselho Federal de Medicina (CFM), ampliou a sua plataforma de atendimentos on-line, incluindo novos serviços, para que o médico pudesse ter mais comodidade e segurança.

Ao longo dos meses do pico da doença em nosso estado, foram publicadas recomendações sobre o uso de EPI´s, sobre atendimento médico ambulatorial, orientações sobre a prática da telemedicina e foi criada uma Câmara Técnica Especial para o combate à Covid-19.

Novos médicos

No ano de 2020, em meio ao enfrentamento à pandemia, o CREMESE intensificou a emissão de novas inscrições. Adotando medidas que agilizassem, mas com segurança, a expedição de novos registros médicos, pois a demanda foi superior em relação aos anos anteriores.

Essa medida possibilitou que mais profissionais pudessem atuar nas unidades de saúde. Ao longo do ano, o Setor de Registros emitiu 539 inscrições, sendo 470 novas inscrições e 69 reinscrições. No ano anterior esse número foi de 374.

Este ano foram emitidas pelo CREMESE, 274 Primeiras Inscrições, sendo que somente no mês de dezembro foram 73 inscrições primárias.

Exigência de Revalida

Outro momento destacado pelo presidente do CREMESE, foi no início das atividades no Hospital de Campanha de Aracaju, no mês de junho, quando uma ação judicial movida pelos MPF, MPE e MPT, determinou a entrega de Registros Médicos para profissionais formados no exterior e ainda sem Revalida.

Para mostrar que não havia falta de médicos habilitados interessados em trabalhar no Hospital de Campanha, o CREMESE abriu um canal de comunicação para receber manifestações de médicos com interesse em atuar na unidade de saúde e, em um curto espaço de tempo, mais de 115 profissionais se manifestaram. Diante disso, o presidente convocou uma entrevista coletiva, juntamente com outras entidades médicas, esclarecendo para a sociedade o que de fato estava acontecendo.

O momento também foi relevante para levante a discussão da importância do Revalida.

Cronograma especial de fiscalização

De acordo com Dr. Jilvan Pinto, a atividade é uma das mais importantes realizadas pelo CREMESE e, as vezes, passa desapercebida, pois os resultados são locais.
Em 2020, além das fiscalizações provocadas por denúncias e das vistorias habituais, foi elaborado pelo Setor de Fiscalização um cronograma especial, aplicando o roteiro estabelecido pelo CFM para o período de pandemia, para verificação da adequação dos itens específicos para UTI e enfermaria Covid.

No total foram 144 fiscalizações in loco, destas, 23 foram provocadas pela Coordenação de Fiscalização e 59 pela Presidência, sendo que 40 delas foram voltadas para as unidades de atendimento de Covid-19. As demais reações foram solicitadas pelo MPE e MPT (35), denúncias (16) e Tribunais (11). De acordo com o Setor de Fiscalização, nove demandas foram enviadas para a Corregedoria para abertura de sindicância.

Durante o ano foram homologadas seis novas Diretorias Clínicas e três Comissões de Ética. Além disso, a CODAME analisou processos de publicidade de 73 Pessoas Físicas e 18 Pessoas Jurídicas, duas publicidades foram enviadas para apuração de infração ao Código de Ética Médica.


Educação Médica Continuada

Foi um ano de adaptações e para continuar levando conhecimento aos médicos, a Educação Médica Continuada (EMC) passou por adequações, dando início a um ciclo de aulas on-line para manter a classe médica atualizada e em discussão, especialmente sobre a Covid-19.

Em 2020 foram quatro Módulos presenciais e um Curso de ECG, também presencial. Com o início da pandemia, os eventos suspensos e a EMC foi transferida para a plataforma on-line, totalizando entre os meses de junho e dezembro, 13 aulas por meio do aplicativo Zoom, além do Curso de Enfrentamento à Covid-19, que contou com 7 aulas não presenciais e 4 turmas práticas, em parceria com a Universidade Federal de Sergipe (UFS) e a Sociedade de Terapia Intensiva (SOTISE).

Para 2021, um calendário de Módulos e Cursos, on-line, já foi elaborado e em breve será divulgado por meio das mídias sociais e no site do CREMESE.

Credibilidade Institucional

O reconhecimento de todo trabalho desenvolvido pelo Conselho pode ser mensurado por meio das inúmeras inserções na imprensa local, que ao longo de 2020, viu no CRM uma instituição parceira e de relevância quando o tema é saúde pública.

Em meio a pandemia, o CREMESE atuou de forma ininterrupta para promover as medidas de combate à Covid-19. Através do seu presidente, foram 42 entrevistas, em meios de comunicação variados, visando levar informação e conhecimento, não só para a classe médica, como também, para toda a sociedade.

Já no mês de dezembro, outro fato relevante foi o firmamento do Termo de Cooperação Técnica, Científica e Operacional entre o CREMESE e Ministério Público de Sergipe, através do Procurador-Geral de Justiça, Manoel Cabral Machado Neto, e do Centro de Apoio Operacional da Saúde. O objetivo foi estabelecer um mecanismo de ação conjunta e eficiente para promoção de assessoramento científico ao MPSE, mediante disponibilização de informações e elementos que auxiliem a atuação dos agentes ministeriais no que diz respeito ao enfrentamento da Covid-19 em todo território sergipano.

Para o presidente do CREMESE, Dr.Jilvan P. Monteiro, firmar essa parceria foi muito importante, pois é uma forma de reconhecimento da importância do Conselho e de como podemos contribuir neste momento.

“O Conselho tem muito a oferecer em embasamento técnico, em relação as fiscalizações que são realizadas em todas as estruturas da saúde do Estado, em panorama do cenário pandêmico, assim como contribuir com a criação de Câmaras Técnicas específicas para discussão de temas como o objeto desse Termo de Cooperação”, detalhou.

Além disso, através de suas mídias sociais, o Conselho buscou levar informações sobre temas relevantes e orientar os profissionais em relação aos mais diferentes assuntos. Se fazendo presente e consolidando o seu papel institucional.


Agradecimentos


O presidente do CRM-SE, também agradece pelo trabalho desenvolvido em 2020, o membros da Educação Médica Continuada, da Câmara Técnica de Combate à Covid-19, da Câmara Técnica de Pediatria e de todos os membro da diretoria:


- Dr. José Eduardo de Assis Silva – 1º Secretário
- Dr. Renato Amorim dos Santos – 2º Secretário
- Dr. José Sérvulo Sampaio Nunes – 1º Tesoureiro
- Dr. Marcelo de Oliveira Ribeiro Paixão – 2º Tesoureiro
- Dr. José Elerton Secioso de Aboim - Corregedor
- Dr. Artime Alves Costa – Vice-corregedor
- Dr. José Rivaldo Santos – Coordenador do Setor de Fiscalização
- Dr. Alexandre Dantas Pereira – Vice-coordenador do Setor de Fiscalização

 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner